EQUIPE ALTAMENTE ESPECIALIZADA

O Instituto de Neurologia de Curitiba é o lar de neurocirurgiões vasculares nacionalmente reconhecidos que são especialistas em diagnosticar e tratar doenças vasculares do cérebro e da medula espinhal, usando várias estratégias terapêuticas, incluindo cirurgia, tratamentos intervencionistas endovasculares, radiocirurgia estereotáxica e reabilitação.

Nossos neurocirurgiões vasculares são hábeis no manejo de uma variedade de condições complexas. As condições tratadas incluem aneurismas cerebrais, malformações arteriovenosas, aterosclerose carotídea e intracraniana, acidente vascular cerebral (AVC), malformações cavernosas e doença de Moyamoya.

Trabalhando com uma equipe interdisciplinar de neurologistas, neuro-oncologistas, neurocirurgiões pediátricos e outros especialistas, nossos cirurgiões neurovasculares se dedicam a fornecer aos pacientes tratamentos inovadores que oferecem a melhor chance de sucesso.

Nossos neurocirurgiões vasculares têm décadas de experiência no tratamento dos problemas cerebrovasculares mais complexos, inclusive com a publicação de livros e artigos importantes sobre o manejo desse tipo de doença. Eles estão ativamente envolvidos no avanço de novas terapias para muitos tipos de condições neurovasculares. Entre as opções avançadas de tratamento disponíveis somente no Instituto de Neurologia de Curitiba estão a microcirurgia com corante 5-ALA e a radiocirurgia com Gamma Knife, que podem melhorar os resultados em pacientes com problemas no cérebro e na medula espinhal que ameaçam a vida.

A equipe de especialistas em Neurologia e Neurointensivismo do INC reconhece que os minutos contam quando se pensa no tratamento do AVC. Eles trabalham em estreita colaboração com os neurocirurgiões vasculares, os quais são altamente qualificados no uso de técnicas minimamente invasivas para tratar o AVC de forma rápida e eficaz (Trombólise e Trombectomia).

CONHEÇA AS TECNOLOGIAS DISPONÍVEIS


O INC possui disponível 24 horas por dia uma estrutura de diagnóstico por imagem. Ao chegar, o paciente tem disponível dois aparelhos de Ressonância Magnética (1,5 e 3 Tesla) e uma Tomografia Computadorizada de 124 canais, com softwares atualizados de última geração.
3-tesla

Ressonância Magnética
É um exame diagnóstico que produz imagens tridimensionais de estruturas do corpo usando campos magnéticos. Produz imagens muito claras do cérebro, além de imagens nítidas do tronco cerebral e do cerebelo. A ressonância magnética do cérebro pode ajudar a determinar muitos distúrbios vasculares. O exame é não invasivo e indolor.
Angio-ressonância magnética (ARM)

Angio-Tomografia Computadorizada (ATC)
O ATC é uma imagem de diagnóstico vascular criada depois que um computador de tomografia Computadorizada. Com essa tecnologia tornou-se possível obter imagens angiográficas das artérias cerebrais, através de exame minimamente invasivo, com injeção de ocntraste em acesso periférico.
Angio-tomografia computadorizada ATC

Angio-Ressonância Magnética (ARM)
Um ARM é um estudo não invasivo que é realizado em uma máquina de ressonância magnética. As imagens vasculares são montadas por um computador para fornecer imagens das artérias localizadas na cabeça e no pescoço do paciente.

A ARM mostra os vasos sanguíneos reais no pescoço e no cérebro e pode ajudar a detectar a oclusão de artérias ou a presença de aneurismas cerebrais.
doppler trasncarinano

Doppler Transcraniano
O exame Doppler Transcraniano é um método baseado no sistema doppler de emissão pulsada com ondas de baixa frequência, capazes de atravessar o crânio.

Trata-se de um exame não invasivo e indolor. O Doppler ajuda na melhor decisão diagnóstica nos casos de trombólise para o AVC agudo e no monitoramento de pacientes com hemorragia subaracnóide.
arteriografia-3d


Arteriografia Cerebral com Subtração Digital
Durante este procedimento, um cateter é inserido em uma artéria na virilha (femoral) e direcionado para o pescoço ou a cabeça por dentro dos vasos sanguíneos. Com o cateter estiver na posição desejada, o contraste é injetado e os raios X produzem a imagem.

O resultado é uma imagem detalhada do sistema vascular cerebral. Após, os neurocirurgiões são capazes de determinar o tipo apropriado de tratamento para cada doença vascular.
Doppler-Microvascular

Doppler Microvascular Intraoperatório
O aperfeiçoamento das técnicas de Doppler pulsado tem tornado possível a sua aplicação não apenas no diagnóstico de doenças cerebrovasculares, mas também em procedimentos neurovasculares. O uso de transdutores milimétricos oferece uma nova possibilidade de monitorização e controle intra-operatório de estruturas vasculares. Patência vascular, estenose arterial, direção de fluxo e as alterações na resistência podem ser investigadas em tempo real e de forma segura, sem nenhum preparo adicional.
Perfusao


Perfusão Cerebral e Teste de Provocação com Acetozolamida
O teste de provocação com acetazolamida (ACZ) é uma ferramenta clínica útil e um preditor confiável de perfusão cerebral criticamente reduzida. Em pacientes com doença oclusiva crônica, a capacidade de manter o fluxo sanguíneo cerebral normal, reduzindo a resistência vascular secundária à vasodilatação autoregulatória, é comprometida. A identificação da presença e do grau de vasodilatação autoregulatória (refletindo a reserva cerebrovascular) é um fator prognóstico significativo em pacientes com doença cerebrovascular crônica. O desafio farmacológico de um estímulo vasodilatador como o ACZ também pode ser usado para otimizar as estratégias de tratamento desses pacientes.
microscopio

Microscópios cirúrgicos
Os microscópios cirúrgicos disponíveis no INC representam a próxima geração em visualização. Utilizado nas microcirurgias vasculares, os microscópios têm a finalidade de proporcionar um grande aumento das estruturas cerebrais, possibilitando com que os neurocirurgiões realizem procedimentos em campos cirúrgicos milimétricos.

Os microscópios ZEISS OPMI Pentero® do Instituto de Neurologia de Curitiba combinam conceitos de design premiados e novas funcionalidades com um alto nível de desempenho.

Fluorescência por Indocianina verde (ICG)
Esta técnica usa uma substância fluorescente denominada Indocianina verde (ICG), que emite um espectro de luz capaz de ser captado por um filtro específico de um microscópio cirúrgico moderno. Essa substância, quando injetada endovenosa, durante a cirurgia, ajuda na visualização de todas as artérias cerebrais. Após a clipagem cirúrgica de aneurismas cerebrais, é possível visualizar se o mesmo está totalmente ocluído.
gamma

Gamma Knife
A primeira Gamma Knife Perfexion do Brasil, que possibilita tratamento de alguns tumores cerebrais e outras doenças neurocirúrgicas vasculares, como por exemplo as malformações arteriovenosas.

É considerada uma cirurgia cerebral sem corte.
neuronavegador

Neuronavegação
Os neuronavegadores funcionam como um GPS do cérebro e auxiliam o neurocirurgião vascular a conseguir uma maior precisão cirúrgica, principalmente nas microcirurgias de ressecção de malformações arteriovenosas e cavernosas.
biomodelos

Biomodelos 3D
Biomodelos feitos em impressoras 3D auxiliam no planejamento cirúrgico e são amplamente utilizados no INC para o tratamento de aneurismas cerebrais.

O INC é pioneiro na utilização dessa tecnologia no Brasil e, atualmente, tem parceria com o Programa de Tecnologia em Saúde da PUCPR no desenvolvimento do tema, inúmeros artigos já foram publicados.

NOSSA ESTRUTURA

Centor-cirurgico2Centro-cirurgico-inc2
CENTRO CIRÚRGICO
O INC oferece uma sala cirúrgica híbrida de última geração que combina as capacidades de um laboratório de hemodinâmica e o ambiente estéril de uma sala de cirurgia. A sala híbrida contém equipamentos cirúrgicos e equipamentos de imagem avançados necessários para técnicas minimamente invasivas. Isso permite que os cirurgiões do INC realizem procedimentos tradicionais, de cirurgia aberta e procedimentos endovasculares minimamente invasivos em um paciente em um mesmo tempo cirúrgico. Quando necessário, pode-se converter um procedimento endovascular em cirurgia aberta e vice-versa.
HEMODINÂMICA
Dentro de uma moderna estrutura, a hemodinâmica do INC, disponível 24 horas por dia, tem papel decisivo no diagnóstico e tratamento de doenças vasculares.


Atualmente o INC dispõe da tecnologia Philips Allura FD20, uma das mais modernas do Brasil.
hemodinamica3hemodinamica
UCC2UCC3
UNIDADE CEREBROVASCULAR DE TRATAMENTO INTENSIVO
Quando necessário, a equipe dedicada à assistência neuro-intensiva do INC oferece cuidados críticos sofisticados na Unidade Cerebrovascular e Coronariana. Esse centro emprega as mais recentes técnicas de monitoramento de multimodalidade para cuidar de pacientes com lesões neurológicas vasculares graves.

OPÇÕES CIRÚRGICAS PARA DESORDENS NEUROVASCULARES

DOENÇAS TRATADAS

MALFORMAÇÃO CAVERNOSA


Malformação Cavernosa é uma coleção anormal ou emaranhado de vasos sanguíneos de paredes finas dentro do tecido cerebral normal. Malformações cavernosas são também conhecidas como hemangiomas cavernosos ou cavernomas.


A decisão de tratar uma malformação cavernosa depende da localização da malformação e se ela causa sintomas. Podem ser utilizadas técnicas de microcirurgia, bem como radiocirurgia com Gamma Knife.

ATEROSCLEROSE


A Doença das Artérias Carótida e Vertebra (Estenose) ocorre quando os principais vasos sanguíneos que transportam oxigênio do cérebropara o cérebro se estreitam. O estreitamento das artérias é mais comumente relacionado à aterosclerose ou endurecimento das artérias com acúmulo de gordura. A aterosclerose pode ser assintomática ou sintomática. Os sintomas podem incluir fraqueza súbita, paralisia de um braço e / ou perna em um lado do corpo, confusão, tonturas, desmaios e dormência ou perda de sensibilidade no rosto.


O tratamento pode variar desde a modificação dos fatores de risco do paciente até a administração de medicamentos, como antiagregantes plaquetários, estatinas e anti-hipertensivos. Em alguns casos, o tratamento cirúrgico é necessário. A cirurgia aberta inclui a endarterectomia de carótida, na qual a placa de gordura é removida, ou procedimentos de revascularização que desviam o fluxo sanguíneo de outras regiões, como do couro cabeludo para a região com pouca circulação de oxigênio do cérebro. Cirurgia endovascular envolve angioplastia carotídea, quando um cateter é usado para colocar temporariamente um balão através da porção estreita da artéria e expandi-lo, seguido por colocar um stent através do segmento estreito para manter o vaso sanguíneo aberto.

FISTULAS ARTERIOVENOSAS DURAIS


A fístula arteriovenosa dural é uma coleção ou emaranhado de vasos sanguíneos anormais na dura-máter, a cobertura espessa que envolve o cérebro. Pode ocorrer como resultado de trauma, infecção ou cirurgia. Os sintomas de uma fístula dural incluem dor de cabeça, zumbido nos ouvidos, problemas visuais e sintomas semelhantes a um acidente vascular cerebral, incluindo déficits neurológicos. O tratamento atual de escolha para uma fístula dural é a embolização endovascular, na qual uma "cola" é aplicada, bloqueando o fluxo anormal na fístula e restaurando a circulação normal.

DOENÇA DE MOYAMOYA


É uma condição na qual as paredes das artérias carótidas se tornam espessas e estreitas, restringindo o fluxo sanguíneo para o cérebro. A doença de Moyamoya pode causar episódios de fraqueza, paralisia em um membro ou em um lado do corpo, dores de cabeça, tontura ou convulsões. Os problemas imediatos graves incluem o risco de ataque isquêmico transitório (AIT), acidente vascular cerebral ou hemorragia intracraniana. O tratamento inclui procedimentos de revascularização cirúrgica (bypass) que envolvem o desvio do fluxo sanguíneo de outras regiões, como o couro cabeludo ou músculos próximos, para a região do cérebro desprovida de oxigênio.

LOCAIS DE ATENDIMENTO E CONSULTAS

Dr. Ricardo Ramina (41) 3241.1200 - SEDE INC ECOVILLE
Dr. Murilo Sousa de Meneses (41) 3028.8534 - SEDE INC ECOVILLE
Dr. André Giacomelli Leal (41) 3028.9564 - SEDE INC ECOVILLE & FILIAL INC PÁTIO BATEL

Emergências - SEDE INC ECOVILLE